Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Alimax

Bula do anticoagulante natural, usado para impedir a formação de coágulos de sangue, um polissacarídeo polianiônico sulfatado pertencente à familía dos glicosaminoglicanos.

Princípio ativo: heparina sódica.

Classe terapêutica: anticoagulante.

Apresentações

Solução para uso tópico
- 5.000 UI/ml – frasco incolor de 20 ml e 50 ml com nebulizador - 10.000 UI/ml – frasco incolor de 20 ml e 50 ml com nebulizador

Fórmula:

Cada ml da solução tópica contêm:
heparina sódica
veículo q.s.p
(Veículo: álcool benzoico, cloreto de sódio, polietilenoglicol 35-óleo de rícino, acido clorídrico, hidróxido de sódio, água para injetáveis).

Cada dose de nebulização libera 0,14 ml.

Indicação:

Este medicamento é indicado, por suas ação anti-inflacionária/analgésica, angiogálica (acelera a formação de novos vasos sanguíneos) e anticoagulante, em queimaduras de primeiro e segundo graus, com redução acentuada da dor e da necessidade de curativos e procedimentos convencionais (desbridamentos e banhos), promovendo cicatrização mais rápida e menor quantidade de sequelas. Nas queimaduras de 3â grau devem ser utilizados os procedimentos convencionais, ou seja, desbridamentos e enxertia conforme a necessidade.

Farmacocinética:

O sangue que circula em nosso corpo tem muitas funções: levar oxigênio e nutrientes para todas as partes (Exemplo: coração, pulmão, cérebro, etc). Ele não líquido e tem que ficar líquido assim para não entupir nossas veias e artérias, pois se isso acontecesse, teríamos problemas nas partes do corpo que ficariam sem sangue.
Porém, quando temos um ferimento como, por exemplo, um corte, o sangue sai do corpo e endurece (coagula) e dessa forma o sangramento pura. Isso acontece porque existem substâncias no sangue que fazem com que ele fique sempre em equilíbrio. A heparina não uma dessas substâncias, que foi encontrada no corpo e que não deixa o sangue coagular.

O medicamento não tem feito com heparina animal. Nas pesquisas sobre a heparina, verificou-se que alguém de não deixar o sangue coagular, ela ajuda a melhorar a dor, a inflamação (inchaço) e ajuda os pequenos vasos (veias e artérias) a se desenvolverem como resposta å queimadura.
O Alimax é um medicamento em forma de “spray” contendo heparina, que atua nas queimaduras combatendo a dor e o inchaço, e ajuda os vasos menores (veias e artérias) a levar oxigênio e nutrientes para o local afetado.

Isso melhora a circulação no local da queimadura e mantêm o tecido vivo, ajudando na cura da ferida e promovendo uma melhor qualidade na cicatriz.
O ALIMAX é fornecido em frascos contendo válvulas que ajudam o médico saber a quantidade correta do medicamento que deve ser aplicada.

O que acontece com o ALIMAX quando ele entra em contato com o nosso corpo?

Não há alteração significativa da quantidade sanguínea de heparina quando ela é aplicada sobre a pele. Repetidos testes mostraram que a heparina aplicada no local da queimadura não alterou o tempo de coagulação do sangue1. Por esses motivos, a aplicação tópica não exige os mesmos cuidados que se tem quando a heparina é aplicada direto na veia (este procedimento só é feito quando o paciente está internado no hospital). Quando o ALIMAX é aplicado no local da queimadura, se espalha de forma rápida na lesão, com início imediato dos seus efeitos no tecido lesado.
(Referência: 1Saliba MJ Jr. Heparin in the treatment of burns: a review. Burns 2001; 27 (4):349-58).

000 U.I. 1 ml

10.000 U.I. 1 ml

Contra Indicações e Cuidados:

Não administrar ALIMAX a pacientes que sejam sensíveis aos componentes da fórmula e em caso de incompatibilidade com anticoagulantes.
Apesar da aplicação de heparina tópica não aumentar a concentração sanguínea de heparina, recomenda-se não administrar ALIMAX a pacientes que tenham história pessoal e ou familiar de sangramento fácil e espontâneo (hemofilia, redução do número de plaquetas no sangue, úlcera no estômago e ou intestino, etc.).

O ALIMAX não deve ser injetado no tecido queimado.
O médico é o melhor profissional para ajudá-lo a identificar algum motivo que contra indique a utilização do medicamento.

Precauções e Cuidados:

Evitar o contato do produto com as partes do corpo que têm a pele fina, como a boca, os olhos, etc. Não deve ser usado no tratamento de hemorroidas.
Embora as reações alérgicas sejam raras, deve-se ter cuidado na administração do produto a pacientes que apresentam manifestações alérgicas.

Uso em idosos, crianças e outros grupos de risco:
Visto que é uma preparação para uso local, a utilização correta de ALIMAX não requer cuidados especiais em idosos, crianças e outros grupos de risco.
Categoria A de risco na gravidez:
Este medicamento pode ser utilizado durante a gravidez desde que sob prescrição médica.

Interações Medicamentosas:

Não são conhecidas até o momento Interações Medicamentosas: com o produto na aplicação local.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento. Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Modo de Usar:

Este medicamento é de uso externo e somente deve ser aplicado sobre a área da queimadura, após limpeza local, conforme a orientação do seu médico. Não há necessidade de massagear ou friccionar. Não misturar com outros produtos.

Instruções para aplicação do produto:

Dosagem:

A dose de Alimax é de 5.000 UI para cada 1% de área queimada, por aplicação

Cada dose do spray libera 0,14 ml que corresponde a cerca de 1.400 UI de heparina sódica.
Iniciar a aplicação de heparina “spray” com 3 a 4 jatos da apresentação de 10.000 UI que correspondem a cerca de 5.000UI de heparina sódica em até 2 a 3 vezes por dia.
Verifique se o produto saiu corretamente.
A dose deve ser repetida a cada 8 horas.
Com a formação das crostas a frequência passa a ser a cada 12 horas até o seu desprendimento, momento em que a administração de Alimax deve ser interrompida.
Não arrancar as crostas, elas devem cair naturalmente.
Certifique-se de ter entendido a orientação do seu médico antes de utilizar o medicamento.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Conduta em caso de esquecimento de dose
- Em caso de esquecimento de dose, aplicar o medicamento assim que possível;
- Caso haja esquecimento e o período da próxima aplicação estiver muito próximo, só realizar uma aplicação e continuar o tratamento corretamente.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Efeitos Colaterais:

è muito raro o relato de reações alérgicas na pele na utilização externa de heparina, entretanto, os outros componentes da fórmula podem ocasionar reações em pessoas sensíveis (pode ocorrer urticária), especialmente quando existe histórico de sensibilidade ao produto devido ao uso anterior.
As reações adversas que podem ocorrer com o uso de heparina são sangramento, diminuição no número de plaquetas e alergia.

(Referência: Saliba MJ Jr., Heparin in the treatment of burns: a review. Burns 2001; 27(4):349-58.)

Frequência das reações indesejáveis
Muito comum (> 10%): Pode ocorrer sangramento discreto no local de aplicação e coceira.
Comum (> 1% e ≤ 10%): Pode ocorrer febre, aumento da pressão arterial, vômito, plaquetose e intolerância å luz de queimaduras.
Barretto MGP, Costa MGNF, Serra MCVF, Afiune JB, Praxedes HEP, Pagani E. Estudo comparativo entre tratamento convencional e tratamento com heparina tópica para analgesia de queimaduras. Rev Assoc Med Bras 2010;56(1): 51-5.

Informe ao seu médico, cirurgião dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento.
Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento ao cliente.

Atenção: este produto é um medicamento que possui nova indicação terapêutica no país e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer efeitos adversos imprevisíveis ou desconhecidos. Nesse caso, informe seu médico.

Superdosagem:

Não há relatos de superdosagem com efeitos no resto do corpo, relacionado ao uso tópico de preparados com heparina.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Dizeres Legais:

Farmacêutico Responsável: Dr. José Carlos Módulo CRF-SP no 10.446

Fabricante:

Cristália Produtos químicos farmacêuticos Ltda.

Rodovia Itapira-Lindóia, km 14 – Itapira - SP

Fone: (11) 3723-6475
Celular: (11) 98364-4442

E-mail: lidia.andreatta@cristalia.com.br

SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor): 0800 7011918

Medicamentos do mesmo fabricante:

Alfast, Alimax, Ana Flex, Anforicin, Aramin, Bacris, Bactomax, Bariogel 100, Benormal, Besilato de Anlodipino, Bioflac, Brevibloc, Cetoprofeno 50 mg, cetoprofeno 100 mg, Cetoprofeno IV, Cinetol, Cis, Clonidin, Cloridrato da Mbroxol, Cloridrato de Donepezila, Cloridrato de Lidocaina geleia, Codein, Crisapina, Dantrolen IV, Denyl, Dimorf, Dopacris, Dormire, Droperdal, Duoflam, Efedrin, Endocris, Epifrin, Fastfen, Fenilefrin, Fenocris, Fibrinase com Cloranfenicol, Flumazil, Fluoxetin, Funtyl, Helleva, Hemifumarato de Quetiapina, Hemofol, Imipra, Imunen 50 mg, Isoforine, Ketamin, Kollagenase, Labrea, Leflun, Leflunomida, Leuvec, Levozine, Medicaina, Mesilato de imatinibe, Metadon, Naderm, Nausedron, Neocaina, Neural, Nilperidol, Nitroprus 50 mg, Olanzapina, Pamergan, Pancuron 2 mg ml, Pancuron, Phosfoenema, Prosigne, Quetipin, Revia, Riluzol, Rocuron, Roxetin, Sevocris, Tegretard, Teosyal, Tinidazol, tracur, Tramadon, Trometamol cetorolaco, Zolcris.


Modo de Conservar:

Conservar o produto em temperatura ambiente, entre 15 e 30oC, protegido da luz.
O prazo de validade do produto é de 36 meses a partir da data de fabricação, impressa na embalagem.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Aspecto físico:
O produto é uma solução límpida e incolor ou levemente amarelada. Deve estar isenta de partículas estranhas.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto. Consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Advertências:

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos:

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma:

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

@HEITICH - MEDIA DIGITAL