Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial.Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativoProcure o medicamento pela classe terapêuticaMande-nos um e-mail

Aciclomed - Bula

Bula do medicamento retroviral, é uma droga antiviral, sendo indicada no tratamento de infecções virais da família do vírus da herpes.

Princípio ativo: Aciclovir 50 mg/g

Classe terapêutica: Antiviral.

Apresentação de Aciclovir

Cartucho contendo 1 bisnaga com 10 g.Caixa contendo 25 bisnagas com 10 g.

Composição de Aciclovir

Aciclovir (DCB 0013.01 3).................... 50 mg
Veículo q.s.p. .................... 1g 
(Veículo: cera emulsificante, edetato dissódico, glicerol, metilparabeno, propilenoglicol, vaselina líquida, água purificada).

USO PEDIÁTRICO OU ADULTO

Informações ao Paciente de Aciclovir

Conservar o produto em temperatura ambiente, entre 15 e 30oC, mantendo sempre a bisnaga fechada após o uso. Não coloque o produto na geladeira.O prazo de validade do produto é de 24 meses a partir da data de fabricação impressa na embalagem. Não utilize medicamento vencido.
Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Aciclovir creme deve ser aplicado sobre o local afetado, de preferência assim que aparecerem os primeiros sinais de lesão, de 4 em 4 horas. Normalmente, o tratamento deve ser feito por 5 dias, mas se não houver cicatrização poderá ser prolongado por dez dias.
Manter as áreas afetadas sempre limpas e secas.
Durante o tratamento com Aciclovir creme podem aparecer reações como queimação ou ardência, que logo desaparecem.
Muito raramente, podem aparecer leve ressecamento e descamação da pele. Se ocorrerem outras reações desagradáveis procure seu médico.
Não utilize o medicamento sobre mucosas como a bocaolhos e vagina.
Se o Aciclovir creme for ingerido acidentalmente, é provável que não ocorra nenhum efeito indesejável, mas o médico deve sempre ser informado sobre isso.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.
NÃo TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO; PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

Informações Técnicas de Aciclovir

Modo de ação:
Aciclovir é um agente antivirótico altamente ativo in vitro contra o vírus Herpes simplex (VHS), tipos I e II, e o vírus Varicella-zoster. Sua toxicidade para célulasinfectadas de mamíferos é baixa. O Aciclovir é fosforilado em seu composto ativo, o trifosfato de Aciclovir, após penetrar nas células infectadas pelo Herpes.
A primeira etapa deste processo requer a presença da timidina quinase codificada pelo VHS. O trifosfato de Aciclovir age como inibidor e substrato para a ADN-polimerase específica do Herpes, impedindo a síntese do ADN virótico, sem afetar os processos celulares normais.
Após a aplicação cutânea, a passagem do Aciclovir para a circulação geral é pequena. As concentrações plasmáticas após aplicação repetidas do creme, são insignificativas, isto é, inferiores a 0,01 micromol.
Aciclovir é pouco ligado às proteínas plasmáticas, de 9 a 33%. 

Indicações de Aciclovir

Aciclovir creme é indicado para o tratamento das infecções provocadas pelo vírus Herpes simplex cutâneo; incluindo herpes genital e labial inicial e recorrente.

Contra-Indicações de Aciclovir

Aciclovir creme é contra-indicado para pacientes que possam apresentar hipersensibilidade conhecida ao Aciclovir ou a qualquer um dos componentes da fórmula.

Precauções e Advertências de Aciclovir

Aciclovir creme não é uma preparação adequada para uso intravaginal, intrabucal e nos olhos.Carcinogenicidade:
Aciclovir não se mostrou carcinogênico em estudos a longo prazo em ratos e camundongos.
Mutagenicidade:
Resultados de uma grande série de testes de mutagenicidade in vitro indicaram que o Aciclovir não apresenta risco genético para o homem.
Fertilidade: 
Efeitos adversos, na sua maioria reversíveis, sobre a espermatogênese, em associação com toxicidade global em ratos e cães, foram relatados apenas com doses de Aciclovir sistêmico que excediam muito aquelas empregadas terapeuticamente. Estudos de duas gerações em camundongos não revelaram qualquer efeito do Aciclovir, administrado oralmente, sobre a fertilidade. Não há experiência sobre o efeito do Aciclovir creme na fertilidade da mulher.
Os comprimidos do Aciclovir não mostraram ter efeito definitivo sobre a contagem, a morfologia ou a motilidade dos espermatozóides no homem.
Gravidez
A administração sistêmica do Aciclovir em testes padrões internacionalmente aceitos não produziu efeitos embriotóxicos ou teratogênicos em coelhos, ratos e camundongos. Em testes não padronizados em ratos, observaram-se anormalidades fetais apenas após doses tão altas que produziram toxicidadematerna. A relevância clínica dessas descobertas é incerta. A experiência em seres humanos é limitada; assim, o uso do Aciclovir creme deve ser considerado apenas quando os benefícios potenciais suplantarem a possibilidade de riscos desconhecidos.
Lactação:
Dados limitados em humanos mostraram que a droga passa para o leite materno após administração sistêmica.

Interações Medicamentosas de Aciclovir

Não existem estudos de efeitos clínicos da administração simultânea de aciclovircom outros medicamentos, mas drogas que afetam a fisiologia renal poderiam potencialmente interagir com o Aciclovir. A co-administração de probenecida com aciclovir intravenoso pode diminuir a secreção tubular do mesmo, resultando em concentrações séricas aumentadas prolongando a sua meia-vida e aumentando a sua toxicidade.

Reações Adversas / Colaterais de Aciclovir

Em alguns pacientes pode ocorrer queimação ou ardência após a aplicação do Aciclovir creme. Leve ressecamento e descamação da pele ocorreram em aproximadamente 5% dos pacientes. Eritema e prurido foram relatados em uma pequena proporção de pacientes.

Posologia e Modo de Usar de Aciclovir

Adultos e crianças:
Aciclovir creme deve ser aplicado 5 vezes ao dia, a intervalos de aproximadamente 4 horas, omitindo-se a aplicação no período noturno. O Aciclovir creme deve ser aplicado sobre as lesões existentes tão logo quanto possível no início da infecção. É especialmente importante iniciar o tratamento de episódios recorrentes durante o período prodômico ou aos primeiros sinais de lesão. O tratamento deve continuar por 5 dias. Se não ocorrer cicatrização, o tratamento deverá ser prolongado até 10 dias.
O creme deve ser aplicado com o auxílio de luvas de borracha ou outro dispositivo que previna a auto-inoculação em outras áreas e a transmissão da infecção para outras pessoas.

Superdosagem de Aciclovir

Se o conteúdo todo da bisnaga, equivalente a 500 mg de Aciclovir, for ingerido, é improvável a ocorrência de reações adversas.
Doses de 800 mg de Aciclovir, quatro vezes ao dia (4g por dia), administradas por sete dias, não causaram reações adversas.
Doses únicas intravenosas de até 80 mg/kg foram administradas inadvertidamente, sem causar reações adversas. O Aciclovir é dialisável por hemólise.
Diluição: O Aciclovir creme contém uma dose especialmente formulada e não deve ser diluído ou usado como base para incorporação de outros medicamentos. VENDA SOB PRESCRIÇÃo MÉDICA

N.º do Lote, Data de Fabricação e Prazo de Validade: Vide bisnaga/caixa
Reg. MS N.º 1.0298.0250
Farm. Resp.: Dr. Joaquim A. dos Reis - CRF-SP N.º 5061

SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente): 0800-701 19 18

CRISTALIA 
Escritório central - Unidade II: Av. Paoletti, 363 - Nova Itapira 
Itapira/SP - CEP: 13970-000 
Tel: (19) 3863-9500 
Fax: (19) 3863-9500 

Escritório comercial
Av. Corifeu de Azevedo Marques, 1847 - Butantã 
São Paulo /SP 
CEP: 05581-001 
Tel./Fax: (11) 3723-6400 

Unidade I
Rod. Itapira-Lindóia, Km 14 - Ponte Preta
Itapira /SP
CEP: 13970-000
Tel./Fax: (19) 3843-9500 

Unidade III
Av. Nossa Senhora Assunção, 574 - Butantã 
São Paulo /SP 
CEP: 05359-001
Tel./Fax: (11) 3732-2250


Advertências:

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos:

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma:

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


@HEITICH - MEDIA DIGITAL